sábado, 8 de setembro de 2007

Não tem nada a ver com Bologna, mas...



Tenho vindo a estudar, feio e forte, dois relatórios muito importantes para preparação e sustentação de novas propostas de educação/formação para as plataformas às quais presto colaboração. Um desses relatórios já vos foi sugerido, trata-se do "vision of Ireland in 2020 in which a well-educated and highly skilled population contributes to a competitive, innovation-driven, knowledge-based, Future Skills Needs participative and inclusive economy" e agora tenho as mãos na massa do Tough Choices or Tough Times” the report of the new commission on the skills of the american workforce elaborado pelo national center on education and the economy.

Como sei que adorais “power-points” ao jeito do nosso Plano Tecnológico, deixo-vos o link para o ‘Tough Choices’:

http://www.skillscommission.org/standard_ppt.htm

e a partir daí podeis coleccionar documentos, que ganhais o mesmo.

A propósito de ganhar…

No sumário executivo - pág.ª 11 - está lá isto na margem esquerda:

We propose a system that has its own
integrity, though it can be implemented
in many ways.
******
These changes would enable the
nation to pay beginning teachers about
$45,000 per year, which is now the
median teachers’ pay, and to pay about
$95,000 per year to the typical teachers
working at the top of new career ladders
for a regular teaching year and as much
as $110,000 per year to teachers willing
to work the same hours per year as other
professionals typically do.

1 comentário:

laranjada ovarense disse...

Vergonhoso o slide 12.
Lembro-me de há tempos o ter discutido numas aulas com os alunos e lhes ter perguntado se queriam passar o resto da vida a trabalhar em call centers ou a passar recibos verdes!
Mas também estudar para que, se no fim da linha não há nada que valha a pena ...
(E já agora, que ideia bizarra esta de planear o sistema de ensino a 15 anos com valores financeiros e resultados palpáveis ... Como diria o outro: Safa!)